De Perito Contábil à Administrador Judicial em Falência e Recuperação Judicial,
um percurso de sucesso e resultados.
De acordo com o art. 21 da LRE, com todo o respeito aos outros ramos profissionais ali elencados, a indicação do Administrador Judicial com formação em CONTABILIDADE, tem suas vantagens e traz economia processual e economia a empresa em Recuperação Judicial ou em Falência, dentre elas a absoluta desnecessidade de contratação de Assistentes Técnicos, que são muito comuns quando o administrador é um advogado.
Back to Top